UMA CONQUISTA PARA O ESPORTE. Seleções brasileiras de futebol 7 foram convocadas com atletas de 22 d




A Seleção Brasileira de Futebol 7 foi convocada para a Copa Intercontinental de Futebol 7, competição que será realizada em Curitiba entre os dias 07 e 10 de dezembro. Para a disputa a comissão técnica do time masculino convocou 22 atletas de 14 clubes diferentes e 07 estados do país, mostrando absoluto respeito pela comunidade do futebol 7, procurando chamar atletas de todas regiões do país, independente das entidades esportivas que estejam filiadas a nível estadual ou nacional. Na seleção feminina são 17 atletas de 09 clubes diferentes que irão defender o país. Essa representação tão democrática reunindo tantos atletas de equipes diferentes não é comum em esportes coletivos no Brasil e pode ser considerado uma verdadeira conquista para o futebol 7 brasileiro.


Atualmente o país atravessa um momento confuso na gestão do esporte, em que seis confederações brasileiras e três ligas nacionais concorrem pelo controle da modalidade. A Federação Internacional de Futebol 7 (FIF7) atualmente não reconhece oficialmente nenhuma das entidades e interveio em benefício exclusivamente dos atletas no Brasil. Nomeando uma comissão de gestão que teve autonomia para definir a comissão técnica da seleção brasileira de futebol 7, com o objetivo de que atletas de todo o Brasil tivessem a chance de participar da equipe nacional. Este tipo de intervenção é um fato que já aconteceu no futebol profissional, mas que ocorre pela primeira vez no futebol 7 a nível internacional.


PALAVRA DA FIF7

"Nós sabemos que existe muita briga política no esporte no Brasil, mas a nossa intervenção foi a favor do esporte e de que absolutamente nenhum atleta fosse prejudicado. Por incrível que pareça, em um esporte que oferece tão pouco de retorno aos atletas. Ainda existem chantagens e boicotes por parte das pessoas que sobrepõe interesses pessoais sobre os interesses dos atletas e principalmente do esporte. No mês de dezembro os principais dirigentes do futebol 7 brasileiro terão a oportunidade de se conciliarem para que o desenvolvimento do esporte não seja prejudicado. Faremos no dia 10 de dezembro no Brasil o Congresso Internacional da FIF7 Núcleo Américas e 13 países ja confirmaram presença. No mês de janeiro devemos ter novidades com relação ao reconhecimento de uma única entidade nacional do país. O Brasil é muito importante na modalidade, mas os dirigentes das entidades devem entender que eles não estão acima dos interesses dos atletas e do esporte. Ficamos muito satisfeitos em ver que o Brasil terá representantes de mais de 21 equipes do país em suas duas seleções. Isso é extraordinário. Um verdadeiro avanço na modalidade, em que a democracia favoreceu toda a comunidade praticante. Talvez ainda não seja o ideal, mas é melhor do que tudo que já vimos até hoje no futebol 7 brasileiro. Os atletas devem ser protegidos e estar sempre em primeiro lugar" afirmou Altamirano Barrionuevo, diretor da FIF7.


PALAVRA DO TREINADOR

"É sempre muito difícil convocar uma seleção brasileira de futebol 7, já que são muitas opções de atletas de alto nível atuando simultaneamente em todo o país. Para a Copa Intercontinental podem ser inscritos até 20 atletas e nós optamos por manter a base da Copa América em Lima (Peru) e priorizar os atletas que estarão na disputa do Campeonato Mundial de Clubes, além de incorporar outros jogadores de altíssimo nível que vinham se destacando nas principais competições do país. Temos um grupo de pessoas de todo o país que colaboraram em passar informações sobre os atletas e isso foi importante para formar a seleção. No próximo ano a diretoria já informou que haverão diversos amistosos de preparação, o que irá permitir para a comissão técnica que estiver a frente da seleção dar oportunidade a mais atletas antes de convocar a seleção para a Copa América e principalmente para Copa do Mundo que é o objetivo principal de 2018. Estamos confiantes e vamos em busca do título" afirmou Marco Antonio Batata, treinador do Brasil.


PALAVRA DA TREINADORA

"Fiquei muito orgulhosa pelo convite de dirigir a seleção e conversando com outras pessoas envolvidas optamos por priorizar na convocação atletas que estejam participando do Campeonato Mundial de Clubes. Como é a primeira convocação da seleção brasileira feminina é absolutamente normal que a base da equipe sejam as atletas que estão participando da principal competição internacional de clubes da modalidade. É o início de um trabalho e esperamos fazê-lo da melhor maneira. O calendário para o próximo ano prevê Copa América em Lima (Peru), Copa das Nações em Buenos Aires (Argentina) e Copa do Mundo no Brasil na categoria feminina. Com este calendário é possível planejar uma grande temporada e o desenvolvimento de uma seleção forte e altamente representativa" afirmou Renata, comandante da seleção brasileira.

SELEÇÃO FEMININA

Goleiras

Carol (Vila Nova-ES)

Mara (Barcelona Fut7-PR)

Luiza (Figueirense/ Paula Ramos-SC)

Rayane (Vasco da Gama-RJ)

Adriana (Fenix-PR)

Heloísa D'el Rei (Figueirense/Paula Ramos-SC)

Daiana (Águia Dourada-PR)

Kelly (Atlético Catarinense-SC)

Samira (Internacional-RS)

Bruna da Silva (Figueirense/ Paula Ramos-SC)

Maria Teresa (Barcelona Fut7-PR)

Ana Vicente (Figueirense/ Paula Ramos-SC)

Laisa (Barcelona Fut7-PR)

Luana Tonete (Vila Nova-ES)

Maiara Veloso (Águia Dourada-PR)

Alyne (Atlético Catarinense-SC)

Thais (Equipe Forte - PR)

Comissão técnica

Renata Lobo (Rio de Janeiro-RJ) Luana Paula (Curitiba-PR)

Chefe de delegação: Wanderlei Ramos

SELEÇÃO MASCULINA

Goleiros

Rodrigo (Metropolitano-SC)

Thiago (Flamengo-RJ)

Helcinho (Flamengo-RJ)

Hideo (Atletico-PR)

Camilo (Os Mendes-ES)

Cadu (Sport-PE)

Marcelo (Metropolitano-SC)

Pelezinho (Santos-SP)

Macedo (América-MG)

Ide (Atlético-PR)

Wruck (Vasco da Gama-RJ)

Dionata (Coritiba-PR)

Rodrigo Príncipe (Botafogo-RJ)

Pinduca (Atlético-PR)

Fabinho (Avaí-SC)

Mike (Corinthians-SP)

Luizinho (Flamengo-RJ)

Luiz Fernando (Coritiba-PR)

Zóio (Santos-SP)

Feijão (Operário-PR)

Gabriel Honório (Beco Navetec / Paranaguá-PR)

Wesley (Vasco da Gama-RJ)

Comissão técnica

Marco Antonio Batata (São Paulo-SP)

Preparador Físico: Lucas Roxadelli

Chefe de delegação: Wanderlei Ramos

#POR

football 7 federation